A um passo do seu negócio: o problema do dinheiro

Como prometido, esta semana, vamos ver os problemas que impedem vocês de realizar o sonho no negócio de cupcake próprio. E o problema mais mencionado foi dinheiro.

Ele serve para tanta coisa em um negócio: publicidade, material, capacitação, seguro, etc. Com a tal da crise na economia brasileira, não tá fácil investir em nada. Porém, existem algumas alternativas disponíveis.

(Re)Considere o tamanho do seu negócio

Quando vocês falam em montar um negócio de cupcakes, não consigo imaginar se é uma loja de cupcakes no shopping ou encomendas de fim de semana para amigos. Já que dinheiro está difícil, que tal diminuir o tamanho do projeto e ir expandindo conforme o seu crescimento?

Você precisa mesmo de 5 batedeiras e 10 formas de cupcakes para começar? Não nego que o dinheiro traz muita conveniência e facilita todo o processo, mas quando não há muito para gastar, a gente tem que se virar com o que tem, não é?

Considere um sócio

Às vezes, você tem metade do que precisa ou só falta mais um pouquinho para se sentir confortável para investir. Se você tiver alguém de confiança – que confie em você de volta – é hora de considerar um parceiro para o seu negócio. Um sócio não precisa necessariamente botar a mão na massa. Ele pode ser apenas um investidor financeiro.

Mas é preciso tomar muito cuidado com essas escolhas, principalmente se forem feitas com amigos ou familiares. Negócios são negócios e dinheiro pode causar uma confusão e tanto.

Considere parcerias

Outro dia, vi uma parceria interessante: a pessoa não podia investir em uma cozinha maior e fez um acordo com uma padaria/restaurante. Ela usava a cozinha para fazer suas encomendas, mas fornecia seus produtos a preço de custo pro parceiro.

Isso é apenas um exemplo de que existem outras moedas de troca. É preciso pensar com criatividade.

Considere alternativas

Antes, aqui em São Luís, era quase impossível achar forma de cupcakes. O melhor que consegui achar foram aquelas formas individuais de alumínio que servem para quindim ou petit gateau. E foi o que usei durante um bom tempo até eu poder comprar uma forma decente pela Internet.

As pessoas vêm fazendo bolos (sim, cupcake é um tipo de bolo) desde o início sem batedeiras KitchenAid, forminhas chiques ou sacos de confeitar de silicone. Existem alternativas baratas para cada uma dessas coisas.

Considere economizar

Sabe aquela história de gastar para economizar? É o que conhecemos popularmente como “atacadão”. Comprar 100 forminhas de cupcakes a 10 reais é mais vantagem do que comprar aquela embalagem com 12 que custa 5,00.

Comprar produtos no exterior, ainda que o dólar trabalhe contra a gente, ainda vale a pena. E as lojas online tem sempre promoções perto dos grandes feriados. Basta ficar de olho!

Um pequeno aviso: economize nos produtos, mas nunca na qualidade. Senão o trabalho todo será em vão.

Considere um empréstimo

E, por último, se sua questão é dinheiro mesmo, talvez seja o momento de ir ao banco. Lembrando da crise, recessão, blá blá blá, etc e tal. Se chegar a este ponto, pesquise bem e procure as menores taxas. Fique longe de bancos com taxas altas e tenha um plano de contingência para o caso de algo dar errado.

Cuidado ao dobro se pedir dinheiro emprestado a familiares e amigos. Nem preciso dizer, não é?

E vocês?

Bom, estas foram dicas rápidas para driblar o problema do dinheiro. Isso não cobre nem metade do assunto. Mas agora quero ouvir de vocês que já tem um negócio de cupcakes funcionando, como vocês driblaram o problema do dinheiro?

12 comentários em “A um passo do seu negócio: o problema do dinheiro”

  1. Boa noite. Sou nova por aqui. Você citou produtos do exterior. Teria algum site que vc recomende??
    Bjus
    PS.: Tô amando o blog. Aprendendo muito.

  2. Oi Angel! Eu tava pensando em abrir algo assim, mas sou bem nova tenho apenas 14 anos tenho chance ? Minha família fala que meus doces são muito bons sou a “mão de ouro” da família na parte dos docês mas eu nunca fiz cupcake, tenho chances?

    • Yasmin, só o fato de você estar perguntando se tem capacidade e estar aqui no blog procurando saber mais já diz um pouco sobre você. Claro que você tem chance.
      Manda email pra mim com TODAS as suas dúvidas que eu te ajudo no passo a passo, ok?

  3. Oi Angel! Eu estou pensando em abri meu próprio negócio, mais eu tenho medo de sofre preconceito por se homem trabalhando nessa área, tenho 15 anos.

    • Diego, os maiores chefs do mundo são homens. As pessoas estão vendo na TV o tempo todo os homens cozinhando, os mitos estão caindo.
      Sei que é complicado. Comecei um blog pioneiro sobre hospedagem de sites e servidores em 2008. Não sei contar quantas vezes mandaram eu ir lavar roupa.
      O nicho de confeitaria é dominado pelo sexo oposto? É. Mas cliente não discrimina produto gostoso. Bota um cupcake divino na boca do povo e eles não vão ligar se você for um ogro vesgo com tiara de princesa montado num unicórnio.
      Precisando de qualquer ajuda, manda um email que a gente resolve, ok? http://doce.blog.br/contato

Deixe um comentário