Cupcake de coco com baba de moça (e esse tal de Bake Off Brasil)

Em geral, não tenho parado na frente da TV há muito tempo. Assisto a alguns programas que se encaixam no meu horário de ócio e, confesso, pouquíssimos são nacionais. Pessoalmente, tenho uma relação de amor e ódio com o GNT/Globo. Não curto os programas do Claude Troigros, da Rita Lobo, mas adoro a Bela Gil e a Carolina Ferraz.

Na falta de opção, neste fim de semana eu me aventurei pelo GNT no Bake Off Brasil.

Em uma promoção destas da Net, o canal da BBC ficou aberto por um tempo - ele não faz parte do meu pacote. Os programas são impecáveis, como tudo que os ingleses fazem. Dentre eles, estava o original The Great British Bake Off.

O programa original

O show traz 12 participantes amadores no mundo da cozinha e cada um deve provar que é o melhor confeiteiro do Reino Unido. Os jurados são duas lendas no mundo culinário: Paul Hollywood (esta charmosa criatura que tem duas bolas de gude azuis no lugar dos olhos) e Mary Berry (pense na Ofélia e multiplique por infinito). Ah e as duas apresentadoras são uma graça: Mel Giedroyc e Sue Perkins.

Em cada episódio, os participantes tem que fazer 3 receitas:

  • Signature challenge - os confeiteiros fazem algo de sua escolha para mostrar o que sabem;
  • Technical challenge - todos recebem a mesma receita e devem mostrar conhecimento técnico em um período curto de tempo;
  • Showstopper challenge - neste desafio, é hora de mostrar talento, criatividade e habilidade. O jurados julgam mais pela aparência profissional.

É bem simples. Quando os jurados não estão satisfeitos com algo dizem onde foi que o participante errou e pronto. E quanto gostam de algo, parabenizam a pessoa. Simples, né? Faz sentido pra mim.

A versão brasileira

bake-off-brasil-mao-na-massa-sbt-masterchef-blog-geek-publicitario1-825x447

Resumindo? Segundo a chamada (ou foi a apresentadora que falou algo assim): os participantes estão ali para se tornar o melhor confeiteiro do Brasil. Dá a entender que eles vão aprender algo, mas eles não recebem nenhum tipo de treinamento.

Os confeiteiros são fofos, gostei de todos. Torço por cada um deles. Acho lindo demais eles se ajudando sem prejudicar ninguém.

Já os jurados... Carolina Fiorentino e Fabrizio Fazano Júnior. Não sei se é culpa da direção, dos jurados ou de um espírito zombeteiro no set de filmagem, mas os jurados apenas criticam.

Na versão brazuca (pelo menos no episódio que vi), são apenas dois desafios, o criativo e o técnico. O criativo foi uma torre de profiteroles e o técnico foi um bolo de coco com baba de moça.

Pode ser só eu, mas se me dão um desafio técnico, eu não vou sair do script/receita e inventar cobertura ou outra estripulia para depois dizerem que aquilo ali não se qualifica mais como um bolo de coco com baba de moça. Então por que raios os jurados ficam reclamando que "poderia ter feito isso ou aquilo"?

Falta simpatia e sobra impáfia. Queria a Carole Crema, Carla Pernambuco ou a Danielle Noce.

Lembrando que a receita do merengue está no site, mas não foi dada aos participantes.

A receita

A receita em si não é tão complicada. O chato é o ponto da baba de moça. Mas siga os links na receita, são alguns vídeos do youtube que mostram em tempo real como não fazer bobagem.

Cupcake de coco com baba de moça

2015-08-08 16.27.54
Preparação30 mins
Cozimento20 mins
Total50 mins
Imprimir
5 from 3 votes
Porções: 12

Ingredientes

  • 1 xícara de açúcar
  • 2 ovos
  • 1/2 xícara de leite quente
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 1/2 pacote de coco ralado (ou 25g)
  • 1/2 colher (chá) de fermento em pó

Baba de moça

  • 3 gemas
  • 1/3 de xícara + 1 colher (sopa) de açúcar
  • 1/3 de xícara de água
  • 1/3 de xícara de leite de coco

Merengue italiano

  • 3 claras
  • 2 xícaras de açúcar
  • 1 xícara de água
  • Coco ralado para decorar

Instruções

  • Pré-aqueça o forno em 180 graus e prepare as forminhas na assadeira.
  • Separe as claras das gemas, bata as claras em neve e reserve-as.
  • Bata as gemas com o açúcar até ficar bem claro.
  • Vá adicionando a farinha de trigo e o leite.
  • Em seguida, acrescente o coco ralado e o fermento.
  • Junte as claras em neve, mexendo delicadamente.
  • Despeje nas forminhas e leve ao forno

Baba de moça

  • Leve ao fogo o açúcar com a água e deixe ferver até formar uma calda (ainda transparente).
  • Tire do fogo e acrescente as gemas, passadas na peneira (sem a película) e mexa constantemente.
  • Junte o leite de coco e retorne ao fogo até atingir uma consistência de creme.

Merengue italiano

Montagem

  • Use uma colher para fazer um buraco nos cupcakes e colocar a baba de moça
  • Em seguida, cubra os cupcakes com o merengue italiano.
  • Jogue o coco ralado por cima para finalizar.
Testou a nossa receita?Marque-nos nas redes sociais: @DoceblogBR ou #doceblogbr!

E vocês? Tem algum programa ou pessoa no mundo da culinária (TV ou não) que vocês não gostem muito?

26 comentários em “Cupcake de coco com baba de moça (e esse tal de Bake Off Brasil)”

  1. Oi, Angel!

    Fiz um post esses dias aí falando dos programas de tv que mais assisto. São basicamente programas culinarios.
    Esse Bake Off só não entrou la pq ainda não tinha estreado no Brasil, mas acho que não colocaria mesmo assim.
    Não gosto da apresentadora. Cara de nojo, so esta ali pra enfeitar. Os jurados, como vc disse, deveriam ensinar, mas so criticam e fazem cara de nojo também.
    Não gosto das versões brasileiras de programas estrangeiros. Como falei no Face, o Masterchef Brasil segue a mesma linha: Jurados estúpidos, apresentadora enfeite (e chata pra caramba!).
    Eles precisam parar com isso de querer fazer a versão brasileira pra tudo! E se for fazer, que faça bem feito! Pega um povo que realmente entende do assunto e que é humilde o suficiente pra poder ajudar os participantes! ~momento revoltz~

    Falei demais.

    Beijos, miga!

    Responder
    • Grazi,

      Acho até que falou de menos, concordo com tudo que vocês disseram sobre o Bake Off Brasil. Ontem mesmo escrevi uma crítica no próprio site depois que descobri que passa no SBT, pois assisto no Discovery, apontando as diferenças gritantes entre o original - Paul Hollywood é TUDO - e o tupiniquim que, como sempre, é pessimista, só massacra as pessoas, não valoriza o que tem de bom e não dá dicas construtivas, ou de nenhum tipo mesmo. As receitas sugeridas são de uma pobreza de criatividade estrondosa! Esse Fabrizio Fasano encheu a boca para dizer que vem de uma família com 130 anos de tradição gastronômica, mas a educação, certamente, não foi prioridade: grosseiro ao ponto de nem experimentar algumas das produções dos pobres coitados que se esforçam - que cá para nós são beeeem fraquinhos também. Além de tudo, precisa urgentemente de um dicionário, pois o único adjetivo que conhece é "agradável"e suas variações: pouco agradável, nada agradável, razoavelmente agradável... Argh!

      P.S.: estou conhecendo seu blog hoje, Angélica, bem bacana! <3

      Alessandra

  2. 5 stars
    Oi Angel!! Eu gosto dos programas originais. Tenho acompanhando o masterchef Canadá e Austrália (meu favorito!)

    Fico impressionada com a educação dos chefs, sempre tentando ajudar e sofrendo nas eliminações!!

    Também adoro o programa dos dois irmãos que cozinham ao ar livre na Inglaterra, o Delícias em Família, que passa no Discovery Home and Health.

    Eu não assisto tv aberta, às vezes acompanho o masterchef Brasil e acho que 2 chefs estrangeiros é demais. Queria ver a Bel Coelho e o Alex Atala ali julgando, acho que seria mais próprio do que uma argentina empoada e um francês, que embora engraçadinho, não manja muito de comida brasileira.

    beijosssssss

    Responder
  3. Tambem não gosto das versões brazucas, geralmente são toscas a apresentadora do origina Padma é linda e simpatica o Tom Collichio e um gato, alem de cozinheiro. Aqui a Ana Paula é um porre e os juizes...
    Esse bake off brasil, também não gostei.
    E adoro a Dani Nocce, sempre assisto os vídeos dela no Youtube, linda, simpática e entende de cozinha, não é como alguns programas e que só parece que cozinham.

    Responder
  4. A sua idéia de colocar a Danielle Noce no programa foi 10!! Iria, sem sombra de dúvida, ficar muito mais interessante, simpático e até divertido! Beijoss

    Responder
  5. Fiquei espantada ao assistir o primeiro episódio e de cara ver aquele jurado almofadinha (ao que parece ele é o bambambam da confeitaria) que nunca ouvi falar esculachando o pessoal. Ao que imagino um programa de confeitaria é algo doce, daí ele tenta ser descaradamente uma cópia sem tatuagens do Fogaça... muita grosseria para um programa com uma ambientação que demonstra o contrário.

    Responder
  6. Concordo com a Jaqueline!

    Deveriam parar de copiar os programas culinários de fora,já que não tem competência para fazerem bem feito!!!
    Aff, não consigo assistir um único episódio do início ao fim.
    Já aqui no blog, todo dia abro correndo para ver se tem novidades,adorooooooo!!!!
    Amei receita vou baba de moça, vou fazer!!!

    Responder
  7. MENINA, fiquei de cara com essa versão bake off brasil. Que negocio ridiculo! Pra que humilhar as pessoas daquele jeito? Sim, pq criticar é uma coisa, e falar do jeito que eles fazem é outra. O Fasano Jr (Xis, nunca ouvi falar) querem que ele pague de Gordon Ramsay meets Buddy Valastro. SAI PRA LÁ, AMIGÃO. Para que tá feio.
    A moça parece entender alguma coisa sim, mas acho q ela não está muito à vontade ali.
    Carole ia ser tão melhor <3 Nao devem ter colocado pq ela já tem um programa no GNT né... Dani Noce tava com o programa no FoodNetwork, não sei se tem contrato exclusivo, mas seria uma ótima opção também
    A apresentadora... eu gostava dela no jornal da band, mas depois que li numa entrevista ela dizendo que nao sabia o preço da gasolina pq o motorista era qm abastecia o carro (moça: você é jornalista, por favor se informe ou não diga uma coisa dessas, soa fútil), caiu no meu conceito.
    Enfim... era melhor ter dublado a versão da bbc e jogado no ar.
    (passava o programa do Paul Hollywood no GNT, chegou a ver? nossa, era TÃO legal! Ele ensina de um jeito tão fofo q me deu vontade de ser padeira hahahaha) (foi mal aê o textão, mas precisava externar minha decepção hahaha)

    Responder
    • ADORO o Paul Hollywood. Sempre vejo um programa dele falando de pães, quando tiver um tempo eu acrescento alguma receita dele aqui no blog.

  8. 5 stars
    Boa tarde Angel, como vai ?

    Também concordo com você sobre o Bake Off feito aqui no Brasil. Eu acho que o brasileiro quer ser o bom em tudo e, na verdade, esses jurados são bem grossos... Não precisam detonar com todos os participantes. Sabem só reclamar ! Só eles é que são os melhores ? Será ?
    Sou brasileira, mas acho que ainda nos falta um pouco de humildade e vergonha na cara para fazer tantas cópias(porcarias) de programas estrangeiros.
    "Nada se cria, tudo se copia."
    Então, que façam um super programa porque não somos idiotas !
    Sou super fã também do Paul Hollywood (uma graça mesmo e faz pães, doces e salgados como ninguém !) e de tantos outros chefs que não ficam fazendo papel de Eu-sei-tudo !
    Adoro suas receitas e elas são sempre muito bem-vindas !
    Felicidades !

    Responder
  9. Nossa que receita interessante vou tentar fazer.

    Eita esse programa brasileiro deu o que falar, esse jurados infelizmente não são nadas humildes, invés de dizer o que falta ajudar a pessoa sabe, eles simplesmente reclama e reclama aff !!!

    Responder
  10. Angel,
    Vc foi muito feliz no seu post.
    Gostaria de comentar que o respeito que os participantes têm uns pelos outros é, no mínimo, surpreendente.
    E talvez seja a inovação deste programa.
    Os juízes.. Falta educação, que o pretenso "berço" não garantiu.
    Adoro seu blog!

    Abraço geral!

    Responder

Deixe um comentário