7 Besteiras que eu fiz ou faço na cozinha

2

Fico olhando aqueles vídeos de receitas no Youtube, aquelas fotos divinas em blogs de comida… às vezes, não dá pra ter noção do trabalho que dá deixar tudo bonito daquele jeito. E como dizem por aí (e é fato): merda acontece.

Aqui na sauna do meu apartamento que os outros moradores insistem em chamar de cozinha, merda acontece com mais frequência do que eu gostaria. E, não me levem a mal, apesar de parecer sério, todo mundo sai rindo aqui. Ficar emburrado pra quê? 😛

Então, vamos a uma lista de besteiras que eu faço na minha cozinha e como impedir que você faça o mesmo na sua.

1Não ter o ingrediente em casa

Ah, essa é acontece quase sempre. Estou eu lá na cozinha, já batendo os ovos quando vejo que não tem manteiga, que o trigo está pela metade do necessário ou que comeram todo o chocolate do brownie.

Apesar de a culpa inicial ser do cônjuge e dos filhotes, após cuidadosa acariação, eu deveria ter colocado tudo na minha frente e verificado um a um a existência e a quantidade disponível de cada ingrediente da receita. Para quem quiser ler sobre mise en place

2Esquecer um ingrediente

Além de não ter um ingrediente em casa, com mais frequência do que eu gostaria, eu esqueço do colocar o fermento. A sorte é que eu lembro antes de botar no forno, mas depois que boto na forma. Então eu tenho que despejar tudo volta, misturar o fermento, lavar a forma, untar novamente e despejar a massa.

Pelo menos eu lembro. Vocês podem se livrar deste abacaxi simplesmente seguindo a receita passo a passo com bastante atenção em vez de rabiscar num papel como eu faço. Faça o que eu digo e não o que faço… kkkk

3Quebrar ovos direto na massa

Por que, ó Senhor, por que eu insisto em quebrar ovos direto na tigela. Eventualmente eu vou jogar um ovo podre e perder a massa toda pois não inventaram ainda um jeito de separar ovo podre da massa.

Sempre quebre os ovos um a um e depois joguem na tigela, tá crianças? Especialmente se os ovos estiverem contadinhos. Quebre tudo antes da receita para saber se vai ter que sair correndo na vendinha da esquina ou não.

4Formas diferentes para a mesma massa

Tudo isso em apenas 10 minutos em forno baixo

Essa eu até já falei aqui: formas escuras assam mais rápido do que as outras. As de cerâmica também. Então, se você quiser ir tomar um banho rápido enquanto os biscoitos de amêndoa assam, é bom usar o mesmo tipo de assadeira.

5Cuidado com o lixo

Não sei se na casa de vocês é assim, mas aqui se você estiver almoçando, sair da mesa para ir ao banheiro, alguém vem, pega seu prato e lava porque deduziram que você acabou.

O mesmo acontece na cozinha. Aparentemente, se você não tiver uma pós-graduação em culinária, é difícil saber a diferença entre sacos de confeiteiro descartáveis e os de silicone. Também aprendi que cortadores muito pequenos podem ser facilmente confundidos com tampas ou latas sem utilidade.

Ah, e seu tapete culinário bem bacana da Mago é claramente idêntico a papel alumínio e pode ir pro lixo. Então, saia avisando a todos o que é lixo e o que é para ser guardado. Só meu bolso que sabe o sofrimento.

6É pra ver ou pra comer?

Quem faz doces ou comida em geral para vender tem que treinar os familiares e moradores para não sair beliscando a mercadoria. Vejam o exemplo acima: eu estava fazendo o tal do number cake (descobri o nome da moda) e basta eu sair para atender o telefone para que os biscoitos ganhassem “vida própria” e cara de gato.

Os meninos eu consegui treinar com sucesso. Eles olham a comida, vêm perguntar se eu já tirei foto e se pode comer. O cônjuge de nome Sérgio é o que é. Quando eu casei já sabia que era assim, o jeito é aguentar. Ele vem me perguntar, olhando nos olhos se pode comer – ENQUANTO COME NA MINHA FRENTE – aquilo que estava na mesa. Aí a gente respira, saca R$100 reais da conta dele por conta dos danos físicos, materiais e emocionais causados. 😆

7Cuidado com os outros habitantes

Sempre que tem recheio ou cobertura de cream cheese, ele fica louco 🐱🐱🐱

A post shared by Doce Blog (@doceblogbr) on

Bom, mesmo avisando todos os outros seres humanos, existe ainda aquela parcela de moradores da sua casa que são um risco. Meia hora após a foto, este mesmo gato estava em cima da mesa lambendo a cobertura do bolo de cenoura.

Moral da história: gatos gostam de cream cheese.

Bom, por aqui a semana começou com uma enxaqueca terrível, uma melancia de torneirinha. Mas o nosso grupo no Facebook completou 5 mil membros!

Alguém aí faz muita besteira na cozinha que nem eu?

Quer tudo isso em seu email?

Faça parte do Doce Clube e receba as novidades direto em sua caixa de entrada!

Obrigada por se cadastrar.

Ocorreu um erro.

Solei bolos, queimei sopa e comi muito açúcar para poder chegar aqui e dar dicas de como não fazer tudo isso! :D Adoro ajudar, se tiver dúvida, não hesite em entrar em contato.

2 COMENTÁRIOS

  1. em casa é o marido guardando as coisas que eu ainda estou usando e pior, guarda no lugar errado. Esses dias ele guardou o fermento, e qdo eles adiantam o timer só pra ver despertando hahahhahahah

  2. Nossa, Angel, quantos riscos tem a vida de uma confeiteira! Então devo me achar uma sortuda: nunca quebrei um ovo podre (atire a 1ª pedra que os quebra 1 a 1!), não tenho marido nem filhos em casa e os meu queridos de 4 patas nem se aproximam da pia! Ainda não sabia sobre formas escuras, obrigada por avisar de novo. Adorei o post! Um beijo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here