Estamos de volta (de novo)!

Estamos de volta (de novo)!

Gente, que loucura que foram estes últimos dois anos, hein? Bagunçou com a vida de todo mundo. Enfim, o blog estava apenas em modo “só como e engordo”, mas agora está na ativa de novo.

Nesse meio tempo (e meia vida) andamos testando algumas coisas aqui em casa. O filhote mais velho entrou na dieta cetogênica e deu pra aprender um monte de doces e gostosuras sem açúcar e com poucos carboidratos.

Também mudei de apartamento, estamos mais perto da escola dos meninos (a 20 passos, segundo eles), num bairro cujo custo de vida é bem melhor do que o anterior. O nosso condomínio tem gás encanado, o que é ouro pra quem cozinha hoje.

Um minuto de silêncio pelo preço absurdo do gás de cozinha.

Como todo bom brasileiro amante de bichos durante a pandemia, peguei um pet-perturbação no OLX, Dudu. Essa mistura de Yorkshire com Shih-tzu é o drama encarnado. É irritado, diva, estrela, carência e independência num corpo de 5kg.

Depois do Dudu, pegamos um gatinho Ozzy em uma pet shop para adoção. Mas ele veio com tanto problema de saúde que, infelizmente, não resistiu nem 1 ano. Um tempo depois, veio a estrela, Pipitchú (qualquer dia desses eu explico esse nome). Achei este gato pra doação no Instagram e no mesmo dia, as protetoras vieram deixar aqui. Foi amor à primeira vista. Hoje, o desocupado dorme no meu travesseiro, vem correndo quando chamo, deita no meu teclado e tem aprendido uns truques. É o xodó da mamãe!

Também plantei um monte de plantas (temperos e frutas), os bichos comeram/destruíram metade e meu dedo podre pra plantas deixou morrer a outra metade.

Mas tem algo que eu vi estourar durante essa pandemia (além de argumentos políticos) foi a venda de comida. Meu Senhor do Brigadeiro de Ovomaltine, tem comida pra todo canto. Pessoas fazendo em casa, fazendo no isopor na parada, no foodtruck, no fusca-truck, enfim, tô contente de ver o povo indo pras ruas (ou ficando em casa) pra ganhar seu extra.

Estou organizando as receitas do blog, algumas sumiram porque a amiga lesada de vocês aqui esqueceu de renovar o pagamento. Ignorem se aparecerem algumas coisas estranhas no layout, sou eu fazendo merda e aprendendo a fazer direito de novo. 🤣

Ah, vamos esquecer que a Páscoa já passou e eu não vi um ser humano sequer comprando ovo pronto no supermercado. Mas vi um bom bocado comprando os de colher…

Mas, a bodega tá aberta. Deixem seus pedidos! Tava morrendo de saudade de vocês!

Angel Costa

Solei bolos, queimei sopa e comi muito açúcar para poder chegar aqui e dar dicas de como não fazer tudo isso! :D Adoro ajudar, se tiver dúvida, não hesite em entrar em contato.

6 Comments to “Estamos de volta (de novo)!”

Post Comment