Logotipo grátis para o seu negócio de cupcakes (ou doces)

Sei que tem um passo inicial no seu negócio de doces que pode deixar você presa por um tempo: a sua marca. Criar o nome de um negócio é muito importante e tem que ser levado a sério. Se você já tem um nome, então o próximo passo é criar um logotipo e logo em seguida o seu cartão de visitas.

LEIA  Mais de 700 ideias incríveis para cupcakes

Para dar uma mãozinha, tia Angel selecionou alguns sites que oferecem vetores/imagens/ícones gratuitos. Algumas servem de inspiração, outras de base e outras são perfeitas sem tirar nem por nada. Em alguns sites, você terá que fazer login para baixar, mas basta seguir as instruções, abusar do google tradutor ou simplesmente logar via Facebook (função mais útil desta rede na minha opinião).

LEIA  Como pintar o seu buttercream

screenshot-www-vecteezy-com-2016-10-10-09-53-08

Você vai precisar, dependendo do tipo de arquivo que baixar, de um editor apropriado como o Photoshop (png, jpg, psd), Illustrator (ai, eps) para modificá-lo ou visualizá-lo. Então, segue aí uma lista.

Não sabe mexer com imagens? Então use algo como Fiverr e pague uma merreca para editar o seu logotipo.

LEIA  Dicas de lojas para confeiteiros

Canva

Logotipo grátis para o seu negócio de cupcakes (ou doces) 1

Fica também a dica do Canva.com, ferramenta gratuita (mas com planos pagos) para se criar logotipos, imagens para redes sociais, panfletos, cartões de visitas e muitas outras coisas bacanas.

 

10 comentários em “Logotipo grátis para o seu negócio de cupcakes (ou doces)”

  1. Não é assim que se faz, moça. Fazer logos não é questão de pegar vetores gratuitos na internet e usar simplesmente. Cada marca é trabalhada particularmente para um cliente e expressa tudo que o negócio significa, inclusive diferenciais. Definitivamente isso que você postou aqui está errado.

    Responder
    • Acho que a Angel está tentando ajudar pessoas que não tem como pagar para se fazer uma logo. Penso ser muito válida essa postagem. Pois eu só tenho a minha porque meu irmão é designer gráfico. Se não eu não poderia pagar por uma no momento e seria de muita valia esse post. Obrigada Angel pela ajuda a todas...

    • Fabiana, nem todo mundo pode pagar de R$500 a X mil reais em um logotipo feito por um profissional decente. Aquela senhora que vende cupcakes/brigadeiro o dia todo na rua nem sonha com isto

      Mas assim que ela expandir o negócio e tiver condições, vai procurar um profissional qualificado pois vai sentir esta necessidade.

      Trabalho com consultoria/desenvolvimento de temas e plugins WordPress, mas nem por isso tiro o valor das opções gratuitas (algumas de excelente qualidade). Ao meu ver, esta ampla disponibilidade de material grautuito é o que dá popularidade à plataforma, que consequentemente acaba aumentando a demanda por desenvolvedores para personalizações.

      Há espaço para todos. A ideia é plantar a semente da necessidade de ter uma marca. Antes uma genérica do que nenhuma.

  2. Gostei. Muito obrigada. Apesar de ter conseguido fazer a minha, reconheço que há pessoas que necessitam de um up e quando se está começando, nada melhor que algo que não lhe gere tanto custo e como você disse, depois a pessoa pode desenvolver um exclusivo para ela.

    Responder
  3. Angel, você está de parabéns em tudo que faz e posta no seu blog!!!!! Acredito que já tenha ajudado a muitas pessoas. Infelizmente nem todos conseguem entender.
    Mas ficou muito feio, o comentário grosseiro da amiga Fabiana.

    Responder
  4. Eu adoro esse blog e sou designer gráfico, fiquei triste com a matéria. Ganhar dinheiro como designer esta cada dia mais difícil, justamente porque existe muito material na internet de graça e todo mundo acha que entende do assunto. Para que pagar se a gente pode ter de graça? Não é mesmo?

    Se acontecesse com a sua profissão talvez você pensaria mais sobre o assunto.

    Responder
    • Renata, sou desenvolvedora Web e trabalho com hospedagem de sites. Eu fui vítima dos produtos grátis MUITO antes dos designers. As pessoas encontram tudo pronto na Internet ou pedem para o "sobrinho" fazer.
      Isto nunca me preocupou ou roubou minha clientela. Eventualmente, estas pessoas acabam chegando no meu email, solicitando orçamento de um SEO melhor, uma otimização de site ou customização de código.
      Estou trabalhando na Internet já há 21 anos, comecei a fazer sites com 16. A diferença entre mim e os outros desenvolvedores é que eu soube me adaptar pegando um problema e transformando-o em um nicho, que hoje compõe 25% da minha renda. Cobro bem mais barato deles, mas o volume compensa.

Deixe um comentário