Seu negócio de cupcakes # 3 – O marketing

19
553

Para retomarmos rapidamente a série sobre como montar o seu negócio de cupcakes, vamos ver o aspecto do marketing, ou seja, como fazer propaganda do seu produto.

Marketing físico

Não adianta ter o produto em mãos e não ter clientes, não é mesmo? Então é preciso que você se mexa um pouco para poder sair da inércia e ganhar o cupcake nosso de cada dia. Algumas sugestões:

Parcerias

Achei interessante que algumas de vocês tenham me dito via email que fazem parcerias com lanchonetes, padaria, restaurantes e casas de festas. Isto é ótimo e um jeito simples de espalhar os seus cupcakes por aí. Certifique-se de ter um tipo de contrato por escrito para evitar qualquer dor de cabeça.

Networking

É importante que você esteja perto das pessoas certas. Por exemplo, se você trabalha com cupcakes personalizados, é bom que aquele organizador de festas receba uma amostra do seu melhor trabalho ou que você se apresente a ele. Frequentar eventos relacionados a culinária ou festas pode ser um ótimo jeito de fazer parcerias e das pessoas conhecerem o seu trabalho.

Material

Por onde você andar que perceber uma oportunidade, saque o seu cartão de visitas! É bom que nele tenha o endereço de seu site/blog/rede social para que as pessoas possam ver as coisas bonitas e gostosas que pode fazer.

Marketing Digital

Nos tempos de hoje, é muita mancada ficar fora do mundo digital. Especialmente se você quer estar ao alcance de seus clientes em potencial.

Vamos cobrir detalhadamente como usar cada um destes serviços mais adiante.

Blogs

Os blogs são uma espécie de diário online onde você pode postar o seu trabalho. Muitas pessoas tem aproveitado a facilidade desta plataforma para usar como site. Vejam as plataformas mais usadas:

Blogger

O Blogger/Blogspot deve ser a plataforma mais usada para blogs gratuitos no mundo. Ela é simples de usar inicialmente e existe muito recurso que você pode adicionar ao mesmo. A Internet está cheia de recursos para você adicionar ao seu blog do blogger.

*Exemplo de blog usando um domínio próprio (sem o blogspot.com.br no fim do endereço).

WordPress.com e WordPress.org

O WordPress.com oferece blogs gratuitos no mesmo modelo do Blogger. Entretanto, extras como domínios próprios são pagos e em dólar. O WordPress produz o melhor software para blogs, mas na versão gratuita as suas opções são reduzidas.

Já o WordPress.org é a versão para download, onde você mesmo hospeda o site onde quiser. Como o nosso Doce Blog. Eu instalei, fiz o tema (apesar de existirem trocentos milhões pela web), configurei plugins, otimizei aqui e ali e pronto. Mas você não precisa fazer isso, a maioria dos serviços de hospedagem tem um instalador automático e com um clique você tem um blog pronto.

Exemplo de blog WordPress.org:

Blogs hospedados no WordPress.com:

OBS: blog.com também é uma opção boa, mas apresenta anúncios do Google em todas as páginas. O Tumblr é um blog com outra abordagem, mais dinâmica e vale a pena conferir.

Lojas

Você pode configurar qualquer sistema para vender seus produtos online. E o custo disso vai variar conforme o seu conhecimento ou disponibilidade de desembolsar alguns tostões.

O Sebrae iniciou um programa chamado Meu primeiro E-commerce, que permite que você crie sua loja online em minutos. Mas do mesmo jeito que os blogs, existem opções hospedadas por uma empresa e outras que você mesma hospeda onde quiser.

Oferecidos por empresas:

Redes sociais

Divulgar as fotos do seu trabalho nas redes sociais é marketing fácil e eficiente nos dias de hoje. Os compartilhamentos, tweets e curtidas podem fazer maravilhas pelo seu trabalho. Porém, se você se propor a se engajar em uma rede social, deve alimentá-la constantemente para não cair no esquecimento virtual.

Facebook

O Facebook lhe dá a opção de criar um perfil com o nome que você quiser, mas recomendo sempre criar uma página para o seu negócio. Por lá também dá pra criar uma loja virtual.

Instagram

O Instagram é um álbum de fotos ambulante. Se você faz trabalhos personalizados e cada fornada sai algo diferente, é bom compartilhar com clientes.

Pinterest

O Pinterest é a rede social de quem quer mostrar seu trabalho ou ensinar a fazer. Tem de tudo, de artesanato a cupcakes. E você ainda pode separar os tipos de cupcakes em painéis. Isto é bem útil se você também faz bolos, biscoitos, docinhos, etc.

Twitter

O Twitter é uma rede dinâmica e é excelente para comunicação. Por exemplo, avisos de promoções, horários de trabalho, tirar dúvidas de clientes, etc.

Sites

Você ainda pode ter um site onde constem todas as informações da empresa, fotos do serviço e que reúna os links das redes sociais, formulário para entrar em contato, etc. Atualmente, alguns serviços dão sites gratuitos:

19 COMENTÁRIOS

  1. Esse post merece mil curtidas e está de parabens!!! Obrigada por colocar tanta informação importante pra gente ai Angel… Nossa é de muita importancia mesmo. Só o tempo que vc levou pra post, e o estudo do material nossa. Valeu mesmo.
    Vc é um talento!!!
    Sucesso pra vc…

  2. Oie!

    Nossa, vc é um anjo que caiu do céu! eu estava aqui toda perdida, sem saber por onde começar, e o que fazer, e …. tchan! Nossa, parabéns, vc faz um trabalho maravilhoso em compartilhar tudo isso com a gente! muitissimo obrigada, quando começar a fazer sucesso, vou me lembrar de vc!

    Um abraço!

    • Acho que vou aproveitar e abordar o assunto logo esta semana, Juliana.
      Em geral, você tem que pagar a hospedagem ou algum plano para ter a loja online, no mínimo.

  3. Eu sempre quis vender cupcakes, mas não sabia exatamente por onde começar, era muita informação ao mesmo tempo e com este blog seu eu me animei, pois explica tudo bem explicado. Você é incrível. Agora sim tenho uma base para começar meu negócio de Cupcakes.
    Muito obrigada 🙂

  4. Olá…
    gostei muito dos teus posts, mas te pergunto, quando chegamos a um nível de produção constante, onde nossa cozinha, digo a cozinha de casa, já se tornou pequena. Já está na hora de abrir uma loja?
    Minha dúvida é quando é a hora do próximo passo, a hora de empreender? Ou pode-se crescer ficando na cozinha de casa, onde não pagamos aluguel, nem impostos e também não precisamos contratar mão de obra de forma formal.

    Obrigada pela tua atenção.
    E espero que meu questionamento gere um post.

    Beijos!

    • Bom, Mari, eu não tenho muito experiência neste sentido. Mas se eu crescesse em termos de produção eu ia querer outra cozinha (não tenho como expandir a atual por ser apartamento). e não uma loja.
      Se você já está neste ponto, e o dinheiro está aparecendo, já é hora de se formalizar, contratar mão de obra extra (carteira assinada e tudo mais).

      Recomendo a você ir a um Sebrae, eles dão consultoria gratuita e vão poder lhe ajudar a calcular custos de expansão e te orientar na formalização.

      Sucesso!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here