Tá precisando de um docinho, né minha filha?


Gente, estes últimos meses tem sido uma coisa de filme, não é mesmo, amoriguetes? Espero de coração que todos vocês estejam bem e estejam se cuidando.

A verdade é que nem todo mundo pode se dar o luxo de ficar em casa porque depende da rua para ganhar seu dinheiro, né mesmo?

Então, quero saber como vocês estão lidando com isso. Vamos falar de comida, de venda de comida e da falta de dinheiro, e ao mesmo tempo, do aumento de oportunidades que essa crise trouxe.

Aqui em casa, todo mundo (menos eu) é parte de algum grupo de risco. Então adivinha quem é a voluntária para fazer tudo na rua?

Tá precisando de um docinho, né minha filha? 1

Também não vamos entrar no mérito dos quilos extras que estão sendo adquiridos durante este período. Se você não engordou pelo menos um quilo, eu não confio em você e acho que você tem problemas. Mas também me diz qual o segredo, tá? 😉

Então cada um conta seu problema que nós vamos ajudar, tá? Tô vendo muita gente de bobeira perdendo de fazer dinheiro. Até eu comecei a fazer uns brownies pra vender, mas fui pega pelo lockdown da ilha (São Luís - MA) e não pude comprar material e acabei deixando pra lá.

Minha parte em tempos de Covid-19 é ajudar os outros a não se perderem. Vou ajudar vocês a criarem sites, lojas, perfis em redes sociais, aplicativo, o que for preciso. Aqui no site e por email/skype/whatsapp/telegram/discord/sinal de fumaça. Consultoria "Tudo de graça". É possível e não custa nada tentar.

E aí, como a vida tá tratando vocês? Em todos os sentidos, gente, pode desabafar. Mas tem que ser de máscara, tá? ?

16 comentários em “Tá precisando de um docinho, né minha filha?”

  1. Ahhhh!! Está tudo ima loucura. Sou professora de Educação Infantil, mas sempre quis trabalhar com confeitaria. Sigo seu perfil há im tempinho, mas não tinha coragem de fazer os doces pra vender.
    Fiz alguns cursos, e mesmo assim não vendia.
    Quando criei coragem o mundo desabou na minha cabeça com essa pandemia doida.
    Mas pensei, talvez aí seja a minha chance...
    Porém fiquei sem pagamento durante um mês e meio??.
    Quando finalmente recebi, o prefeito da minha cidade decretou Lokdow .
    Não consigo comprar material.
    Contudo, se isso não for um sinal de Deus para eu desistir de vez, só vou conseguir fazer e vender quando tudo voltar ao normal.??
    Ah! Não te contei, Angel...
    Em fevereiro eu me matriculei no curso de confeitaria do IGA, mas tive que trancar por conta da falta de pagamento.
    Mas, com tudo isso, sou grata a Deus pois eu, minha família, familiares e amigos estamos todos bem e com saúde.

    Responder
    • Nathália, amiga, o pessoal da educação tá sofrendo com isso. Que bom que tá tudo bem com vc e sua família.
      Achei uma pena de tudo acontecer quando você tava indo em busca do sonho.
      Mas me diz em que cidade vc está?
      O que pretende fazer?
      Nem material básico pra receita dá pra encontrar? E lojas online perto de vc. Vamos botar as cabeças pra pensar que a solução tá.
      Aqui a demanda por comida tá louca, tem uma loja de salgados e tortas famosa que não tá dando conta da demanda (@karolicias.oficial).

    • Pois vamos dar uma olhada no OLX, ligar para as lojas (a maioria tá atendendo pelo whats), ver mercado livre (filtrando pela cidade). Tenta ver com amigas do curso se elas tem algum material sobrando que queiram vender.

  2. Olá querida Nath, meu nome é Nathalie, moro na Espanha desde prquena mas sempre vejo youtubers brasileiras e sigo seu canal faz um tempo. E sempre recebo suas news. Eu sou cozinheira e o restaurante que eu trabalho fechou e aquí não tem as facilidades que tem no Brasil na hora de vender alimentos. Aquí não se pode criar nada el cozinha particular e estou buscando alternativas e ideias. Se você em algum momento for ensinar a fazer aplicativos, paginas webs etc, serei sua primeira aluna. Muito obrigada pela sua disposição e generosidade, ten nos ajudado Muito muito muito. Que Deus te abençoe rica e abundantemente e que sejas próspera ainda com todas as dificuldades que estamos vivendo. Tambem desejo muita sorte a todos os que te seguem pois acredito que sejam pessoas muito trabalhadoras que buscam inspiração. Um beijão e um abraço gigante????

    Responder
    • Acho que você me confundiu, Nathalie. Não tenho canal no youtube, só o blog ehhehe
      Adorei que você tá num lugar que tem uma variedade culinária enorme, mas tem essas regulamentações bem mais rígidas que aqui. Me diz o que é permitido fazer no setor "por encomenda", sem ser no esquema delivery. De repente, você consegue uma parceria com estes restaurantes que estão fechando para "alugar um tempo" da cozinha deles. Tipo um time-share só que culinário.
      Fiquei curiosa sobre a demanda aí de doces. Já pensou também em vender para brasileiros que estejam morando aí?

    • Olá Angel, obrigada por me responder tão rápido.Eu recebo seus feeds faz muito tempo. Não lembro se foi por recomendação de algum canal ou blog,( eu sigo muitos ?)por isso me confundí. Aquí estamos em uma quarentena muito estrita mas eu estou voltando parabo Brasil em Julho de Deus quizer. Estou pensando en trabalhar con delivery a causa da situação de emergência. Gostaría de trabalhar com doces, porém não sei se funciona, nem que tipos de doces. O que voce acha de uma confeitaria de delivery? Será que sai o suficiente pra trabalhar só com isso?
      Desde já, muito obrigada pelas suas dicas.
      Beijos

  3. Agora fui em seu canal e esta vazio??então nem lebro de onde conheço seu blog e videos que vi. Não importa, ainda bem que me inscrevi e tenho as newsletters ????

    Responder
    • Oi, Nathalie, antes nós eramos Blog do Cupcake, mas que bom que ainda está por aqui.
      O canal ainda tá sem conteúdo, com essa loucura estou tentando fazer coisas novas, mas está complicado achar ajuda...

  4. Angel!
    Sou de João Pessoa/PB e minha situação e do marido é até 'confortável' em relação a maioria das pessoas, porque somos aposentados e não precisamos sair de casa. E por outro lado ambos somos do grupo de risco, o que nos obriga mesmo a não sair, não saímos para nada. As compras de feira e famácia, fazemos pela net e os pagamentos, fazemos pela internet bank. Moramos em frente ao hospital que é referência para a Covid, então, nem no portão estamos indo com medo.
    Estamos isolados, saudosos da família, mas temos de nos preservar, pode parecer egoísmo, mas não é, é apenas cuidado e medo.
    Quanto a não ter engordado, bem, nossa rotina em relação a alimentação e exercícios físicos, continuam as mesmas. Nosso regime é regrado e como temos aparelhos de exercícios em casa e bicicleta ergométrica, todos os dias fazemos nossa hora de exercícios e talvez por isso, não engosdamos.
    Se precisar de alguma divulgação ou outra ajuda, só chamar.
    Se cuida e sua família também.
    cheirinhos
    Rudy

    Responder
    • Que bom que vc tá bem, Rudy. De vez em quando dou um pulo lá no seu site também.
      Morar em frente ao hospital referência nessa área é bom e ruim ao mesmo tempo.
      Se cuide!

  5. Oi, Angel, que saudade!
    Acho que só eu emagreci nesse período infeliz. Meu short tá caindo do corpo, praticamente nem um docinho. Arrumei uma inflamação no nervo ciático, uma coisa horrorosa. Era pra eu passar o dia deitada comendo doce pra me consolar, mas fiquei só com a parte do deitada, que o troço dói pra cacete e qualquer processo inflamatório piora com açúcar. Estou aceitando orações. Beijos.

    Responder

Deixe um comentário


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/doceblog/public_html/wp-includes/functions.php on line 4609